INÍCIO| ARTIGOS| EVENTOS | CURSOS | NEGÓCIOS| COMUNIDADES | TÉCNICOS | PACIENTES | SHOPPING

Cadastre-se Editorial Mapa do Site Quem Somos

Submarino

 Cadastre-se
Seja um membro do RADIOLOGY.COM.BR e receba notícias, eventos e muito mais em seu e-mail.

Nome:

E-mail:

Residente em Radiologia?
Sim
Não


 Shopping
TC de Alta Resolução do Pulmão
Técnicas Radiológicas

Radiologia: Perguntas e Respostas: o Pequeno Livro Verde
Radiologia Odontológica

Ultra-Sonografia em Obstetrícia e Ginecologia
Compêndio de Radiologia

Ultra-Sonografia em Obstretrícia e Ginecologia
Segredos em Radiologia

Ressonância Magnética em Ortopedia e Medicina Esportiva
Fundamentos de Radiologia

Fundamentos de Radiologia de Squire
Fundamentos de Radiologia e Diagnóstico por Imagem

CVarredura em Ultra-Sonografia: Princípios e Protocolos
Paul & Juhl: Interpretação Radiológica


 Fale Conosco

Informações Gerais

Comercial

 
Curso de Tomografia Computadorizada em Londrina
 

INSTITUIÇÃO: HUTec - FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO REGIONAL DO NORTE DO PARANÁ
CNPJ: 03.133.607/0001-38

Área do Plano: Saúde - Subárea de Radiologia Médica

PLANO DE CURSO: CURSO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DE NÍVEL TÉCNICO EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA - CARGA HORÁRIA: 140 HORAS

INVESTIMENTO: INSCRIÇÃO R$ 30,00 (trinta reais) e 8(oito) parcelas de R$ 260,00 (duzentos e sessenta reais)
PERÍODO DE REALIZAÇÃO: 26/Março a Novembro/2010
HORÁRIO: Sexta-feira das 19:00 às 22:30 e Sábado das 08:00 às 12:00 (finais de semana alternados)
TOTAL DE VAGAS: 40 (quarenta)
PERÍODO DE INSCRIÇÕES: 22 de Fevereiro a 8 de Abril de 2010.

Clique aqui e faça sua inscrição


1. OBJETIVOS

O curso de Aperfeiçoamento Profissional em Tomografia Computadorizada – área profissional de Saúde – subárea de Radiologia Médica é um curso de educação profissional de nível
A detecção precoce e precisa das patologias é uma das mais importantes ferramentas da área de Saúde, para o estadiamento e tratamento das doenças. Neste contexto, a modalidade de Tomografia Computadorizada tem lugar de destaque, pois possibilitam a geração de imagens anatômicas e funcionais, respectivamente.
Atualmente as tecnologias em Tomografia Computadorizada utilizam métodos de reconstrução de imagens, possibilitando a realização de exames para estudos dinâmicos, inclusive de cardiologia e de fusão de imagens.
A implantação do Curso de Aperfeiçoamento Profissional de Nível Técnico em Tomografia Computadorizada para Técnicos em Radiologia Médica tem como justificativa o crescimento da demanda dos Serviços de Diagnóstico por Imagens, visto que a formação desses especialistas é praticamente inexistente, tendo como conseqüências o emprego de outros profissionais de Saúde sem as competências específicas para a otimização dos recursos tecnológicos disponíveis, aumentando-se o risco de diagnósticos/procedimentos errôneos e, em diversas situações, limitando o Médico para a execução de procedimentos técnicos.
Para tanto, ao oferecer este curso a Fundação HUTec em parceira com o HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE LONDRINA, tem como objetivo preparar profissionais, para atuarem nestas especialidades, em atendimento às necessidades dos alunos, do mundo do trabalho e da sociedade.

2. REQUISITOS DE ACESSO

Para matrícula no Curso de Tomografia, os candidatos deverão ter concluído ou estar cursando o Curso Técnico em Radiologia Médica. Os profissionais de nível superior das áreas de Enfermagem, Medicina e Biomedicina, interessados no Curso, como forma de aperfeiçoamento profissional, terão as matrículas condicionadas à existência de vagas.

2.1 DOCUMENTOS

  • Cédula de identidade (01cópia);

  • Diploma de Técnico em Radiologia Médica (1 cópia simples); ou

  • Declaração de matrícula no Curso Técnico em Radiologia Médica;

  • CPF ( 1 cópia)



  • 3. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO

    O Técnico Especialista em Tomografia Computadorizada integra equipes que desenvolvem suas atividades, sob a supervisão do Médico Radiologista. Para a tanto, preconiza-se que o técnico, após a conclusão do curso, esteja preparado para efetuar a operação dos sistemas digitais, a escolha adequada dos protocolos de exames, o processamento e a reconstrução digital das imagens, adotando as medidas específicas necessárias à segurança e à qualidade na oferta dos serviços oferecidos.

    Para atender às exigências demandadas pelo mundo do trabalho, esses profissionais deverão desenvolver competências específicas que lhes permitam atuar e acompanhar as transformações ocorridas nessas especialidades.


    3.1 Competências Específicas dos Especialistas em Tomografia Computadorizada

    a) Conhecer os princípios físicos empregados na formação das imagens de Tomografia Computadorizada;
    b) Conhecer os princípios de funcionamento dos equipamentos de Tomografia;
    c) Orientar o paciente quanto ao procedimento em Tomografia, cuidados e preparo pré, durante e pós-exame;
    d) Identificar os meios de contraste utilizados em Tomografia e suas implicações ao paciente;
    e) Conhecer e aplicar os protocolos de aquisição em Tomografia para os diversos exames;
    f) Aplicar o processamento digital das imagens de Tomografia;
    g) Conhecer os fatores que afetam a Qualidade em Tomografia Computadorizada.



    4. ORGANIZAÇÃO CURRICULAR


    A organização curricular deste plano de curso prevê a especialização do Técnico em Tomografia Computadorizada.

    A seqüência de desenvolvimento dos componentes curriculares do Módulo ficará a critério dos docentes e da coordenação técnica e pedagógica do curso. A carga horária total do curso é de 140 horas.


    4.1 . ESTRUTURA CURRICULAR

    MODULO - TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA – Carga Horária 140 horas

  • Bases Físicas e Tecnológicas da Tomografia

  • Protocolos de Aquisição de Imagens

  • Atividades Práticas Monitoradas



  • 4.2 . COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS A SEREM DESENVOLVIDAS

    a) Bases Físicas e Tecnológicas a Tomografia (16 horas)

  • Conhecer o desenvolvimento histórico dos equipamentos de Tomografia Computadorizada;

  • Conhecer os princípios físicos aplicados à Tomografia Computadorizada;

  • Identificar os componentes dos sistemas de Tomografia Computadorizada;

  • Associar a aquisição tomográfica ao processamento digital;

  • Identificar aspectos que influenciam a escolha e utilização dos protocolos dos exames de Tomografia (escolha do posicionamento mais adequado ao paciente e ao exame; escolha da espessura e intervalo de cortes; escolha da técnica tomográfica; escolha do filtro adequado ao estudo; escolha do FOV(field of view); se é necessário inserir reconstruções volumétricas; meios de contraste; tempo de administração do contraste);

  • Conhecer os principais testes de Controle de Qualidade aplicados à Tomografia Computadorizada;

  • Identificar as formas de radioproteção que devem ser adotadas para a Tomografia Computadorizada.


  • b) Protocolos de Aquisição de Imagens (84 horas)

  • Identificar características anatômicas e as implicações para o trabalho com Tomografia Computadorizada;

  • Correlacionar as imagens radiográficas com os cortes seccionais de Tomografia Computadorizada;

  • Orientar e efetuar posicionamento do paciente: na entrada dele no "gantry" (primeiro a cabeça para exames de crânio, face e coluna cervical; primeiro os pés para exames de tórax / abdômen, coluna dorsal e lombar, bacia, coxas; pernas, joelhos e extremidades) e em decúbito dorsal, ventral ou lateral;

  • Orientar o paciente quanto aos procedimentos de Tomografia, cuidados e preparo pré e durante a realização dos exames;

  • Reconhecer as necessidades dos pacientes, face aos parâmetros dos sinais vitais, sem que a monitoração específica de instrumentos técnicos de assistência interfira no posicionamento dele;

  • Conhecer e empregar os protocolos e suas implicações operacionais relativas ao mediastino (anatomia e imagem; espaço mediastinal; vasos do mediastino; traquéia; glândula tireóide; esôfago; glândula timo); ao coração (anatomia e imagem; condições de funcionamento do coração); ao pericárdio; aos pulmões (anatomia e imagem; árvore brônquica; septo; estrutura bronco-vascular-hilo pulmonar; segmentos bronco pulmonares-lóbulos dos pulmões); à pleura; à parede torácica; ao fígado; ao sistema biliar; ao pâncreas; ao trato gastrointestinal; à cavidade peritoneal; ao baço; ao trato urinário; às adrenais; à próstata e às vesículas seminais; ao genital feminino; à cavidade do retroperitôneo; à coluna vertebral; à bacia/pélvis; ao músculo esquelético; ao crânio e pescoço;

  • Identificar os meios de contraste empregados na Tomografia Computadorizada e suas implicações para o paciente;

  • Reconhecer as estruturas anatômicas na geração e análise de imagens tomográficas;

  • Conhecer e trabalhar com artefatos de imagem, envolvendo: movimentos do paciente; alta concentração do contraste;

  • Efetuar análise e interpretação de imagens, distinguindo janela e nível;

  • Identificar nível de apresentação do arquivo em filmes e suas implicações para a revelação e a qualidade da fotografia;

  • Conhecer e aplicar os termos técnicos em inglês usados universalmente na área de anatomia humana e tomográfica.


  • c) Atividades Práticas Monitoradas (40 horas)

  • Identificar os componentes do equipamento de tomografia computadorizada;

  • Identificar os protocolos de aquisição de imagens;

  • Identificar e executar os protocolos de processamento de imagens tomográficas;

  • Realizar as simulações com o phantom de tomografia;

  • Identificar e aplicar os protocolos e cuidados de radioproteção;

  • Realizar a orientação do paciente, quando do agendamento do exame, no sentido dos cuidados e/ou restrições que devem preceder o procedimento;

  • Preparar a sala, o equipamento e o paciente para realização do exame solicitado;

  • Reconhecer as necessidades dos pacientes, face aos parâmetros dos sinais vitais, sem que a monitoração específica de instrumentos técnicos de assistência interfira no posicionamento dele.


  • 4. 3. INDICAÇÕES METODOLÓGICAS

    As competências profissionais constantes deste plano de curso serão desenvolvidas através de estudos em sala de aula, atividades em laboratório com simulações com Phantons, atividades práticas monitoradas e incursões a serviços de saúde, como prática profissional supervisionada.

    Serão adotadas estratégias de ensino-aprendizagem, visando proporcionar a participação ativa do aluno para que adquira hábitos de estudo e desenvolvimento pessoal. Através da resolução de problemas relevantes e da criação de oportunidades de interação, discussão e reflexão sobre questões e situações diversificadas, similares àquelas encontradas no contexto real do trabalho, integram-se as competências profissionais requeridas pelo perfil profissional de conclusão, o que permitirá que os futuros especialistas possam enfrentar as mudanças decorrentes das inovações técnicas e tecnológicas.

    O número mínimo de horas determinadas para cada o Módulo será respeitado, porém a carga horária e a seqüência recomendada para desenvolvimento dos componentes curriculares que os integram poderão ser alteradas, face às necessidades de aprendizagem dos alunos, considerando o perfil profissional de conclusão. Esses componentes curriculares serão especificados no plano de trabalho elaborado pelos docentes e serão registrados em documento específico, de forma sintética, na medida e na seqüência em que forem desenvolvidos.


    4.4. PLANO PARA REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES PRÁTICAS MONITORADAS

  • As atividades práticas serão realizadas na Divisão de Radiologia do Hospital Universitário, sob a supervisão de 02(dois) Docentes do Curso e 02(dois) Técnicos em Radiologia.

  • Seguro de Vida em Grupo e Acidentes Pessoais para todos os alunos da especialização, com cobertura para todo o período de duração das práticas monitoradas;

  • Ficha de Acompanhamento das práticas monitoradas, com registros diários feitos pelo aluno e vistados pelo supervisor. Cada aluno deverá utilizar um dosímetro individual de radiação, com leituras durante o período das aulas práticas, sendo que o medidor de radiação será providenciado pela HUTec mediante contrato com empresa credenciada pela CNEN.


  • 5. INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTOS

    Para o desenvolvimento do curso serão utilizadas salas de aulas devidamente mobiliadas, com carteiras em número suficiente para o atendimento dos alunos, mesa para o docente e quadro; sistema de projeção de slides, retroprojetor, computador, datashow, negatoscópios, televisão e sistema de vídeo. As simulações com phantons serão executadas nos locais para as atividades monitoradas e desenvolvidas em parceria com o Hospital Universitário de Londrina nos serviços de Tomografia Computadorizada e Divisão de Radiologia e Laboratório de simulação.

    6. PESSOAL DOCENTE E TÉCNICO

    O corpo docente será constituído por Médicos, Biomedicos, Físicos e Técnicos em Radiologia habilitados, com registro nos respectivos conselhos federais e experiência profissional comprovada na área médica e nas especialidades envolvidas.


    7. CERTIFICAÇAO

    Àquele que concluir o curso será conferido o certificado de Aperfeiçoamento Profissional de Nível Técnico em Tomografia Computadorizada.

    Faça o download da ficha de inscrição

     

    © 2007 - Radiology.com.br