No banner in farm
 
INÍCIO| ARTIGOS| EVENTOS | CURSOS | NEGÓCIOS| COMUNIDADES | TÉCNICOS | PACIENTES | SHOPPING

Cadastre-se Editorial Mapa do Site Quem Somos

Submarino

 Cadastre-se
Seja um membro do RADIOLOGY.COM.BR e receba notícias, eventos e muito mais em seu e-mail.

Nome:

E-mail:

Residente em Radiologia?
Sim
Não


 Shopping
TC de Alta Resolução do Pulmão
Técnicas Radiológicas

Radiologia: Perguntas e Respostas: o Pequeno Livro Verde
Radiologia Odontológica

Ultra-Sonografia em Obstetrícia e Ginecologia
Compêndio de Radiologia

Ultra-Sonografia em Obstretrícia e Ginecologia
Segredos em Radiologia

Ressonância Magnética em Ortopedia e Medicina Esportiva
Fundamentos de Radiologia

Fundamentos de Radiologia de Squire
Fundamentos de Radiologia e Diagnóstico por Imagem

CVarredura em Ultra-Sonografia: Princípios e Protocolos
Paul & Juhl: Interpretação Radiológica


 Fale Conosco

Informações Gerais

Comercial

 
Medicina e Imagem - Expectativas para O Milênio
 

Difícil imaginar quais são as perpectivas e expectativas com relação a medicina e imagem para o milênio que se inicia. Se levarmos em consideração , como era a medicina no início do século passado verificaremos que a evolução foi brutal.Nossa área pôr exemplo - a radiologia - surgiu no início do século . Se a proporção for verdadeira, a radiografia da mão da senhora Roentgen está para as seqüências mais rápidas de ressonância magnética, assim como estas, estarão para aquele pequeno cilindro que o médico da série "Jornada nas Estrelas" passava sobre o corpo do paciente e automaticamente diagnosticava fraturas, coleções, hematomas, etc...

O exercício da adivinhação da evolução científica em nossa especialidade é uma arte que pode esta sujeita à vários tipos de especulação.. Gostaria de contar com uma gama tão ampla de opções como estas, nos itens dignidade, remuneração justa e gratificação profissional. Nossa profissão e nossa especialidade estão se deteriorando tão rapidamente, que é difícil um prognóstico a curto prazo. Na medida em que vemos órgãos, que deveriam proteger a sociedade, proibindo a emissão e circulação de nossa lista de exames, vemos também a mesma entidade que nos denunciou, criar sua própria tabela, usando nossa lista referencial e logicamente reduzindo substancialmente nossa remuneração. E nada acontece, nós continuamos a atender nossos pacientes pelo mesmo valor de cinco anos atrás, e agora uma nova lista está circulando com preços mais baixos ainda. Onde vamos parar?

Querem acabar com nossa especialidade matando de fome cada um de nós.

Provavelmente não precisemos de um milênio para saber o que vai acontecer com nossa especialidade - as coisas continuando como estão, em meia década estaremos mortos e enterrados. Resta saber quem se endividará para atender pacientes que cada vez mais vão precisar da radiologia para que ELES possam vender seus planos de saúde (o nome correto seria "planos de doença").

Dr. Fernando Alves Moreira, tesoureiro do Colégio Brasileiro de Radiologia

(artigo publicado originalmente no Boletim do CBR, pág.5, edição no 155 de janeiro de 2001)

 

© 2007 - Radiology.com.br