No banner in farm
 
INÍCIO| ARTIGOS| EVENTOS | CURSOS | NEGÓCIOS| COMUNIDADES | TÉCNICOS | PACIENTES | SHOPPING

Cadastre-se Editorial Mapa do Site Quem Somos

Submarino

 Cadastre-se
Seja um membro do RADIOLOGY.COM.BR e receba notícias, eventos e muito mais em seu e-mail.

Nome:

E-mail:

Residente em Radiologia?
Sim
Não


 Shopping
TC de Alta Resolução do Pulmão
Técnicas Radiológicas

Radiologia: Perguntas e Respostas: o Pequeno Livro Verde
Radiologia Odontológica

Ultra-Sonografia em Obstetrícia e Ginecologia
Compêndio de Radiologia

Ultra-Sonografia em Obstretrícia e Ginecologia
Segredos em Radiologia

Ressonância Magnética em Ortopedia e Medicina Esportiva
Fundamentos de Radiologia

Fundamentos de Radiologia de Squire
Fundamentos de Radiologia e Diagnóstico por Imagem

CVarredura em Ultra-Sonografia: Princípios e Protocolos
Paul & Juhl: Interpretação Radiológica


 Fale Conosco

Informações Gerais

Comercial

 
Produção de equipamentos médicos tem alta de 4,1%
 

Mesmo diante de um cenário de desaceleração econômica, a produção industrial de equipamentos e produtos médico-hospitalares e odontológicos cresceu 4,1% no primeiro semestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2013.

No acumulado dos seis primeiros meses do ano passado, no entanto, a expansão havia chegado a 6,5%, segundo dados da Abimed (associação do setor)."Essa redução do ritmo de crescimento não é preocupante para nós. Os números indicam que o desempenho do nosso mercado está totalmente deslocado do PIB", diz o presidente-executivo da entidade, Carlos Goulart.

O avanço em um ritmo mais acelerado, na comparação com a economia brasileira, é creditado ao crescimento do acesso a planos de saúde e ao envelhecimento da população.
Goulart acredita que a produção aumentará nos próximos meses. "Deve haver uma mudança no panorama por causa das políticas de transferência de tecnologia."

A tendência é que a fabricação local substitua parte das importações, principalmente no segmento de diagnóstico por imagens.No setor como um todo, foi registrada uma queda de 1,35% nos desembarques no primeiro semestre deste ano. No segmento de aparelhos de raio-X e de máquinas que utilizam radiação, porém, a retração alcançou 12,7%.

No acumulado dos últimos 12 meses, a importação desses mesmos produtos recuou 33%, segundo a associação.Projeções da entidade indicam que a indústria fechará o ano com uma alta de 7% a 8%. Em 2013, o incremento ficou em 10%.

Fonte: Folha de S. Paulo
Editoria: Economia - Mercado Aberto

 

© 2007 - Radiology.com.br